Um dia em dez segundos (sobre a relatividade do tempo)

Para além do pensamento relacionado aos espaços físicos da Terra e suas projeções na forma de mapas, o tempo é também um vetor a ser colocado em perspectiva. Como seria possível relativizar a duração dos ciclos, a duração dos dias e das noites?

“Um dia em dez segundos (sobre a relatividade do tempo)” é um aparato que simula a duração de um dia em poucos segundos. O funcionamento low-tech deixa sua própria estrutura visível, explicitando o seu modo de operar. Uma fotografia da Terra apropriada de um Atlas de décadas atrás compõe a estrutura.

 

UM DIA EM DEZ SEGUNDOS (SOBRE A RELATIVIDADE DO TEMPO)
Fotografia, lâmpada e estrutura giratória com motor
95 x 65 x 75 cm
2015

 

Fotos da exposição Nós entre os extremos – arte e ciência, Instituto Tomie Ohtake (São Paulo), 2015-16.