O trabalho de Marina Camargo baseia-se em pesquisas que se concretizam em desenhos, instalações, esculturas e vídeos. Marina explora uma noção de deslocamento, tanto no sentido de um deslocamento físico no espaço quanto conceitual: a ideia de deslocar a percepção para além dos códigos e convenções está presente em sua prática artística de forma a provocar distúrbios numa ordem estabelecida.


A relação com espaços e lugares é fundamental para o pensamento da artista, sendo definida tanto pela dimensão da experiência vivida quanto através de sua representação: memória, migração, elementos da cultura material (imagens encontradas, arquivos), dimensão histórica da paisagem, a natureza construída /a naturalização de paisagens artificiais, são algumas das questões que permeiam o seu trabalho.


Os mapas, recorrentes em sua produção, também remetem a uma relação direta com espaços e lugares. Há uma espécie de tradução envolvida no ato de mapear um espaço, na transformação de um espaço tridimensional para uma representação bidimensional. Nesta tradução, ocorrem uma série de decisões, distorções e apagamentos que revelam a presença de mecanismos de poder. Com seu trabalho, Marina Camargo altera não apenas a forma dos continentes e fronteiras, mas, principalmente, provoca distúrbios em narrativas estabelecidas.

Foto: Lauro Alves (2015)

Marina Camargo (nascida em Maceió, 1980) estudou em Porto Alegre, onde concluiu bacharelado e mestrado em Artes Visuais no Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Desde os anos iniciais, suas pesquisas estiveram marcadas por uma noção expandida de desenho, na qual imagem e pensamento se constituem mutuamente e, assim, estruturam o próprio processo de trabalho. Questões relacionadas à cartografia começaram a interessá-la durante o período em que viveu em Barcelona (onde estudou Cultura Visual na Universitat de Barcelona, Espanha), a partir de quando questões relacionadas a sentidos diversos de deslocamento passaram a ser recorrentes em seu trabalho. Em 2010, Marina Camargo recebeu uma bolsa do DAAD para estudar com Peter Kogler na Akademie der Bildenden Künste em Munique (Alemanha), onde posteriormente concluiu sua formação. Durante este período, seu trabalho voltou-se para a pesquisa de lugares específicos, explorando dimensões diversas da paisagem e da representação dos lugares. Atualmente vive em Porto Alegre e Berlim.

Obras da artista fazem parte das coleções do Museu de Arte do Rio (MAR), Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS), Centro Cultural São Paulo (CCSP), Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul (MAC-RS), Museu de Arte Aloísio Magalhães (Recife), Casa de Cultura Mário Quintana (Porto Alegre), entre outras.


Prêmios + Destaques

2019 _ Prêmio Açorianos – Categoria: Destaque em Exposição Individual para “Antes, e ainda agora” (Secretaria de Cultura de Porto Alegre)

2016 / 2017 / 2019 _ Indicações ao prêmio PIPA

2016 _ Prêmio Monumento Brasil2016 (FUNARTE e Ministério da Cultura)

2014 _ Prêmio Açorianos – Categoria: Artista Destaque Especial do Ano
(Secretaria da Cultura de Porto Alegre)

2014 _ Prêmio Açorianos – Categoria: Destaque em Fotografia (Secretaria da Cultura de Porto Alegre)

2013 _ Bolsa FUNARTE Estímulo à Produção em Artes Visuais

2012 _ Bolsa IBERE CAMARGO –  Residência no Gasworks International Residency Program (Londres – UK)

2010 _ Bolsa DAAD para artistas visuais 2010 _ Prêmio FUNARTE de Arte Contemporânea

2010 _ Prêmio Brasil Arte Contemporânea | Fundação Bienal de São Paulo e Ministério da Cultura

2010 _ Prêmio Açorianos | Categoria: Incentivo à Produção Plástica (Secretaria da Cultura de Porto Alegre)

2008_ Prêmio Aquisição Centro Cultural São Paulo

Exposições coletivas e Festivais (seleção)

2022 _ 37º PANORAMA DA ARTE BRASILEIRA, MAM-SP, São Paulo

2022 _ EXiS Experimental Film & Video Festival, Seul (Coreia)

2022 _ DAS COISAS POLÍTICAS E AS POLÍTICAS DAS COISAS, MAMAM, Recife

2022 _ MAPPING THE CARTOGRAPHIC: Contemporary approaches to planetarization, Drugo More, Rijeka (Croácia)

2021 _ ANTINOMIA, Exposição virtual – MAMAM, Recife

2021 _ CLAC – Circuito Latino-Americano de Arte Contemporânea, Casa de Cultura Mário Quintana, Porto Alegre

2021 _ BERLIN BRITZENALE, Berlim (Alemanha)

2021 _ EXTREMOS ABSOLUTOS, Galeria Punto, Valência (Espanha)

2021 _ INTERMINGLING FLUX: GUANGZHOU IMAGE TRIENNIAL _ Guangdong Museum of Art, Guangzhou (China)

2020 _ AKADEMIEGALERIEHOMEOFFICE _ Akademie Galerie, Munique (Alemanha)

2020 _ RETINA _ Zeiss-Grossplanetarium, Berlim (Alemanha)

2019 _ GOSTEM OU NÃO _ MARGS, Porto Alegre

2019 _ EU ESTOU AQUI AGORA _ Fundação Vera Chaves Barcellos, Viamão/RS

2019 _ SCIENCE FICTION FESTIVAL _ Deutsches Museum, Munique (Alemanha)

2019 _ APRENDENDO COM MIGUEL BAKUN: SUBTROPICAL _ Instituto Tomie Ohtake, São Paulo

2019 _ TECHNE _ Paço Municipal, Porto Alegre + Galerie Verein Berliner Künstler, Berlim (Alemanha)

2019 _ FIRE FAÍSCA FUNKE _ Mario Kreuzberg Gallery, Berlim (Alemanha)

2018 _ MINOR COSMOPOLITAN _ Haus der Kulturen der Welt, Berlim (Alemanha)

2018 _ LOOP Barcelona / Discover Award _ Antigua Fábrica Damm, Barcelona (Espanha)

2018 _ ATERRO_ Pinacoteca Ruben Berta, Porto Alegre

2018 _ RSXXI Rio Grande do Sul Experimental _ Santander Cultural, Porto Alegre

2018 _ TORUS – SETE LADOS DE UMA PAISAGEM _ Galeria Mamute, Porto Alegre

2018 _ LA IMAGEN ARDE / FESTIVAL BYTE FOOTAGE _ Centro Cultural Kirchner – Buenos Aires (Argentina)

2018 _ AO LADO DELA, DO LADO DE LÁ _ Museu da UFBA, Pará (Brasil) + Mitte Media Festival, Berlim (Alemanha)

2017 _ ELOGIAMOS A CASA QUE SE ABRE A PERDER DE VISTA _ Galeria Bolsa de Arte, São Paulo

2017 _ AÃ _ FVCB (Fundação Vera Chaves Barcellos), Viamão/RS

2017 _ DIE BLAUE NACHT _ St. Egidien Kirche, Nuremberg (Alemanha)

2016 _ A CIDADE, AS RUÍNAS E DEPOIS _ Torre Malakoff / FUNARTE, Recife

2016 _ KOMPLIZEN_ HbK, Saarbrücken (Alemanha)

2016 _ DOCUMENTOS DE TRANSIÇÃO _ Galeria Península, Porto Alegre

2015 _ ON PAPER _ Galería Area 72, Valencia (Espanha)

2015 _ TENDÊNCIA DO LIVRO DE ARTISTA NO BRASIL – 30 ANOS DEPOIS _ Centro Cultural São Paulo

2015 _ ARTE E CIÊNCIA – NÓS ENTRE OS EXTREMOS _ Instituto Tomie Ohtake, São Paulo

2015 _ FILMES E VÍDEOS DE ARTISTAS COLEÇÃO ITAÚ CULTURAL _ Fundação Iberê Camargo, Porto Alegre

2015 _ FINISTERRE _ Sputenik the Window, Porto (Portugal)

2015 _ PROYECTOR 15 _ 8th International Videoart Festival, Quinta del Sordo, Madri (Espanha)

2015 _ IVAHM _ Festival Internacional de Video Arte de Madri / New Media Festival – Centro Neomudéjar, Madri (Espanha)

2014 _ CIDADE GRÁFICA _ Itaú Cultural, São Paulo

2014 _ O DESENHO COMO INSTRUMENTO _ SESC Pompeia, São Paulo

2014 _ DAS SPIEL HÖRT ES AUF, WENN ES ZU ENDE IST _ Auswärtiges Amt – Lichthof, Berlin + Nassauischer Kunstverein Wiesbaden (Alemanha)

2014 _ A INVENÇÃO DO HORIZONTE _ Galeria Bolsa de Arte, São Paulo

2013 _ CAMPO MAGNÉTICO _ Fundação ECARTA, Porto Alegre

2013 _ O JOGO SÓ ACABA QUANDO TERMINA _ Sesc Quitandinha, Rio de Janeiro + Museu Nacional, Brasília + Palacete das Artes, Salvador + Anexo Zabala, Banco da República, Montevideo (Uruguai)

2013 _ WALKING _ Paço das Artes, São Paulo

2012 _ MAR DE TUBARÃO _ Galeria Jaqueline Martins, São Paulo

2012 _ FILE Hipersonica _ SESI, São Paulo

2012 _ ACIREMA _ Honor Fraser Gallery, Los Angeles (EUA)

2011 _ OS 10 PRIMEIROS ANOS _ Instituto Tomie Othake, São Paulo

2011 _ SEHNSUCHT _ AABER Artspace, Munique (Alemanha)

2011 _ 8. BIENAL DO MERCOSUL_ Mostra Além Fronteiras _ MARGS, Porto Alegre

2011 _ MOVING IMAGES _ ADBK, Munique (Alemanha)

2011 _ PERCURSOS SIMULADOS _ Paço das Artes, São Paulo

2011 _ LUGARES/REPRESENTAÇÕES _ FUNARTE, São Paulo

2011 _ SIMULATED PATHWAYS _ Skalitzer 140, Berlim (Alemanha)

2010 _ THE SOUTH PROJECT _ The West Wing, Melbourne (Austrália)

2010 _ DOIS PONTOS _ Museu Murillo la Greca, Recife

2010 _ CONVIVÊNCIA ESPACIAL _ Fundação ECARTA, Porto Alegre + Museu Murillo La Greca, Recife

2009 _ 7a BIENAL DE ARTES DO MERCOSUL _ Mostra Projetáveis, Porto Alegre

2009 _ FILE RIO _ Oi Futuro, Rio de Janeiro

2008 _ 15º SALÃO DA BAHIA _ Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador

2008 _ FILE _ SESI, São Paulo

2007 _ PALAVRA FIGURADA _ Centro Cultural ESPM, Porto Alegre

2007 _ PERCURSOS _ Galeria do DMAE, Porto Alegre

2006 _ ATOS VISUAIS _ FUNARTE Brasília

2005 _ USOS RITUALS – MÉS ENLLÀ DEL LENGATGE _ Centre Civic Can Felipa, Barcelona (Espanha)